Workshop – Competências que tens de ter no teu currículo

curriculum-vitae
0

O workshop que te trazemos hoje tem como objetivo dar-te a conhecer as competências que tens de ter obrigatoriamente de conter no teu currículo.

Estás à procura de emprego? Vê estas 8 competências para ter no seu Curriculum Vitae neste preciso momento.

Procurar um novo emprego pode ser difícil. E equilibrar a gestão de tempo, entre escrever cartas de apresentação e ir a entrevistas de trabalho, com as tarefas de seu trabalho atual, não é tarefa fácil. Se tens um currículo fácil de ler, sem erros ortográficos e apresentas grande experiência, tenta adicionar mais algumas competências.

Ter um conjunto de conhecimentos extra, pode posicionar-te como um candidato a ter em conta, diferenciando-te dos restantes candidatos.

Photoshop: Saber os segredos do Photoshop. Se queres seguir uma carreira ligada à criatividade, como edição de fotografia ou design gráfico, o conhecimento básico em Photoshop é geralmente uma exigência do empregador.

Microsoft Excel: Quem trabalha em finanças e passa a maior parte dos seus dias a inserir e analisar dados numa folha de cálculos Excel, é crucial conhecer bem o programa.

Língua estrangeira: Aprender novas línguas. Aprender uma nova língua não é uma tarefa fácil e obriga que despenda algum tempo. Mas os benefícios de aprender uma segunda língua estão comprovados. Pessoas que são bilíngues tendem a ter uma boa memória, são bons multitaskers e são mais procurados para certos tipos trabalhos.

Desenvolvimento Web: Ter noções básicas de desenvolvimento Web é útil em vários tipos de empregos, mesmo que esse não seja baseado em tecnologia.

WordPress: Dominar os segredos dos backoffice de um site. Se és um editor web e estás a fazer uma mudança para o digital, bem como todos os que trabalham para um site devem entender como funciona o que está por trás. Cada sistema de gestão de conteúdo varia de publicação para publicação, mas dominar o WordPress – um sistema de gestão de conteúdos que pode ser usado para criar e manter o conteúdo de um site – é um ótimo ponto de partida.

Falar em público: Não importa em que área trabalhas, uma coisa é certa: durante a tua carreira terás mais do que uma vez de falar para um grupo de pessoas. Há quem sinta que falar em público é algo natural, mas nem todas as pessoas lidam bem com a pressão. Se estás na segunda categoria, aprende a ser calmo, ponderado e seletivo nas tuas ideias. E treina. Nem que seja frente aos teus amigos ou ao espelho lá de casa.

SEO: Aprende os segredos dos motores de busca. A aprendizagem para a otimização num motor de pesquisa (SEO), é uma grande ferramenta para qualquer trabalho que faz a análise do sucesso de cliques, gostos e partilhas de um site. Ao adicionar SEO ao seu curriculum, estás mostrar aos teus potenciais empregadores que tens o que é preciso para dar muitas visualizações a um artigo ou fazer com que uma campanha nas redes sociais seja bem sucedida.

Google Analytics: Aprender a ler os dados. Se a aprendizagem em SEO tem o teu interesse, ter conhecimentos de Google Analytics é também bastante importante. Se estás a aprender como deves otimizar os teus artigos e campanhas, precisas de uma maneira de analisar os teus resultados, de saber, por exemplo, quantas pessoas clicaram no seu site ou artigo. Informação que esta que te é dada através do Google Analytics.

Notícias relacionadas